Vacina combinada contra difteria e tétano (DT e dT)

 

A vacina dupla contém os toxóides diftérico e tetânico, de aplicação intramuscular, sendo apresentada nas formas infantil (DT) e adulto (dT). A forma infantil (DT) é constituída de 30 UI de toxóide diftérico e 10 a 20 UI do toxóide tetânico. A vacina do tipo adulto (dT) compõe-se de 2 a 4 UI de toxóide diftérico e 10 a 20 UI de toxóide tetânico. Salienta-se que a vacina dupla infantil (DT) contém a mesma quantidade de toxóides tetânico e diftérico que a vacina tríplice (DTP). Já a dupla tipo adulto (dT) contém menor quantidade de toxóide diftérico.

 

A vacina dupla infantil (DT) deve ser usada somente em crianças que tenham contra-indicações para receber a vacina tríplice (DTP) ou tenham tido coqueluche, com diagnóstico bem fundamentado. Tanto a vacina tríplice quanto a dupla infantil podem ser utilizadas em crianças que ainda não completaram sete anos de idade.

 

Para as crianças acima de sete anos, quando houver indicação, devem receber a vacina dupla do tipo adulto (dT), que contém dose reduzida do componente diftérico. A imunização básica é composta de três doses, com intervalo de dois meses entre a primeira e a segunda doses e uma terceira dose, que deverá ser aplicada, seis meses após a segunda dose. A via de aplicação é intramuscular profunda, na região do deltóide, do glúteo ou do músculo vasto lateral da coxa. Em adultos, dar preferência à aplicação no músculo deltóide.

 

As doses normais de reforço devem ser feitas a partir dos sete anos de idade (desde que tenham recebido o esquema básico de vacinação preconizado), com intervalos de 10 anos entre as doses. A vacina deve ser a dupla do tipo adulto (dT) e sugere-se as idades de 15, 25, 35 anos, etc. o que facilitaria a memorização do paciente para os reforços.

 

Clique nos endereços abaixo para conhecer a proposta de vacinação do Ministério da Saúde dentro do Programa Nacional de Imunizações.

 

Calendário básico de vacinação da criança

Calendário de vacinação do adolescente

Calendário de vacinação do adulto e do idoso